Communique você também!

(Por Thiago Pontes)

5

No livro A Quinta Dísciplina, Peter Senge explica o seguinte: “As organizações que aprendem são aquelas nas quais as pessoas aprimoram continuamente suas capacidades para criar o futuro que realmente gostariam de ver surgir” (1999, p. 7). E para que uma organização alcance isso, é necessário seguir cinco disciplinas, que ainda, de acordo com o autor, são as seguintes:

Domínio pessoal:

  • Aprender a expandir as capacidades pessoais
  • Criar um ambiente empresarial que estimule todos os participantes alcançando assim as metas escolhidas.
  • Estimular os trabalhadores a buscarem e alcançarem seus objetivos sem medo de errar.

Modelos mentais:

  • Consiste em refletir, esclarecer continuamente
  • Melhorar a imagem que cada um tem do mundo
  • Verificar como moldar atos e decisões
  • Rever nossos modelos mentais e ajustá-los a realidade.

Visão compartilhada:

  • Estimular o engajamento do grupo em relação ao futuro.
  • Elaborar princípios e diretrizes que permitirão alcançar esse futuro.

Aprendizado em equipe:

  • Desenvolver o pensamento e a comunicação coletiva a fim de superar a soma dos talentos individuais.

Pensamento sistêmico:

  • Analisar e compreender a organização como um sistema integrado.
  • Criar uma forma de analisar e uma linguagem para descrever e compreender as forças e inter-relações que modelam o comportamento dos sistemas.

Fonte: Ivanilde Eyng baseada em Peter Senge[1]

Isso permite dizermos que, o aprendizado é a maior vantagem competitiva que uma organização pode ter. Líderes modernos, além de valorizar a capacitação (treinamento) de seus colaboradores, devem também valorizar o aprendizado que ocorre no dia-a-dia da organização. Além disso, para incorporar as 5 disciplinas é necessário que a liderança deva começar de baixo para cima, ou seja, todos os colaboradores devem ter espaço para pensar e participar do plano estratégico da organização, pois, segundo Peter Senge: “quando os membros de uma organização concentram-se apenas em sua função, eles não se sentem responsáveis pelos resultados” (1999, p. 17). Essa afirmação reflete a realidade de diversas organizações atuais, mas  para aquelas que buscam o diferencial competitivo no mercado, o ponto de partida é olhar para os seus colaboradores.

Senge

Peter Senge

Fontes consultadas:

Disciplinas de Senge e o aprendizado coletivo. Avellar e Duarte. Disponível em:<http://www.avellareduarte.com.br/projeto/conceituacao/conceituacao3/conceituacao33b_disciplinasSenge.htm>. Acesso em: 04 jun. 2012.

O Impacto das “Cinco Disciplinas” de Peter Senge na Competitividade da Empresa: O caso de uma Rede de Lojas do Setor Comercial. UFPR –Universidade Federal do Paraná. Disponível em: <http://www.pg.utfpr.edu.br/dirppg/ppgep/dissertacoes/arquivos/23/Dissertacao.pdf>. Acesso em: 04 jun. 2012.

SENGE, PeterA quinta disciplina. São Paulo: Editora Best Seller, 1999.

About these ads

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: